sábado , 29 abril 2017
Início / Lançamentos / ENJOO NO CARRO, DICAS DE COMO EVITÁ-LO

ENJOO NO CARRO, DICAS DE COMO EVITÁ-LO

 

A Ford Europa promoveu uma pesquisa para estudar as causas que levam as pessoas a sentir enjoo dentro do carro e, com a ajuda de especialistas, montou um guia com orientações que ajudam a evitar esse incômodo. As dicas são especialmente úteis para quem pretende viajar de carro nos próximos feriados.

O anda e para do trânsito e estradas sinuosas são condições que normalmente agravam esse mal. Ele afeta cerca de dois terços das pessoas em algum momento, principalmente crianças e adolescentes e quem viaja no banco de trás com a cabeça baixa jogando videogame ou assistindo a filmes.

No estudo realizado pela Ford com a participação de especialistas em doenças do movimento, os passageiros adultos que ficaram olhando para telas durante um curto percurso demoraram em média apenas 10 minutos para se sentir mal.

“O enjoo no carro pode transformar a viagem sonhada pela família em um pesadelo, deixando os pais preocupados e olhando para os filhos no banco de trás”, diz Eike Schmidt, engenheiro do Centro de Pesquisa e Inovação da Ford em Aachen, na Alemanha. “O conforto é um foco importante quando projetamos os carros do futuro e queremos fazer todo o possível para reduzir esse enjoo.”

Bocejar e transpirar são sinais de alerta dessa condição, causada por desencontros entre os sinais que o cérebro recebe dos olhos e do labirinto, na orelha. Curiosamente, os bebês não ficam enjoados no carro: esse mal-estar só ocorre depois que começamos a andar. Mas os animais e até os peixinhos dourados podem sofrer de enjoo, um fenômeno bem conhecido dos marinheiros.

            “O enjoo no carro é um problema complexo. É uma reação natural a um estímulo antinatural e não tem cura, mas é possível aliviar os sintomas”, explica o prof. dr. Jelte Bos, da TNO Sistemas de Percepção e Cognição, em Soesterberg, na Holanda.

            Os testes mostraram que os voluntários ficaram menos propensos a sentir enjoo quando olhavam para telas em posição mais alta e a estrada à frente podia ser vista de ambos os lados. Novos experimentos serão feitos para encontrar meios de alertar os passageiros sobre curvas acentuadas, lombadas e outras condições da estrada que eles não podem ver.

            “O problema de enjoo no carro muitas vezes pode ser causado simplesmente pelo modo como o motorista dirige”, completa o especialista, que desenvolveu um dispositivo para mostrar quando o comportamento na direção pode afetar os passageiros predispostos a esse mal. “Adotar um estilo de dirigir mais suave ajuda bastante a diminuir a sensação de náusea, além de economizar combustível.”

            Veja abaixo as dicas do professor para aliviar esse mal-estar no carro:

  • Sente-se de preferência no banco da frente, ou no meio quando estiver no banco de trás, para poder enxergar a estrada à frente;
  • Dirija de modo suave e, sempre que possível, evite freadas e acelerações bruscas e passar sobre buracos;
  • Distraia quem estiver passando mal – até cantar em família pode ajudar;
  • Não há problema em beber refrigerante e comer biscoitos, mas evite tomar café;
  • Use um travesseiro ou um suporte para evitar que a cabeça balance;
  • Use o ar-condicionado para manter a circulação de ar fresco na cabine.

Sobre Nilton Saciotti

Além disso, verifique

Dunlop amplia seu portfólio de pneus de carga

Os novos pneus SP571 e SP925 foram desenvolvidos para aplicação mista; Investimento na linha faz …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code